Perder Peso

Perder peso é o mesmo que emagrecer?

Perder peso é o mesmo que emagrecer?

A palavra magro vem do latim “macru” e quer dizer falta de tecido adiposo ou que tem pouca ou nenhuma gordura. E perda de peso abrange o peso do corpo num todo contendo gordura, massa muscular, órgãos, ossos e líquidos. Portanto, perder peso na balança nem sempre indica emagrecimento.

Por isso esqueça um pouco o peso da balança. O peso é constituído por massa magra (engloba músculos, água, ossos e órgãos), e massa gorda (gordura corporal, tanto a gordura subcutânea como a gordura visceral). Além disso a redução do peso pode se dar de diversas formas como perda de massa muscular, líquidos, etc.

Perder peso

Avaliação Corporal

Somente o peso total não nos diz muita coisa. Sendo assim, verificamos a importância de uma avaliação corporal completa. Pois, dessa forma, saberemos a quantidade de gordura e de massa magra do indivíduo. Uma pessoa que possui uma grande quantidade de gordura corporal tem maiores riscos de desenvolver distúrbios endócrinos (hormonais), diabetes, resistência à insulina, entre outras desordens, enquanto uma pessoa com maior massa muscular é muito mais ativa metabolicamente facilitando, assim, o emagrecimento.

Devo Perder Peso ou Emagrecer

Mas então: devo perder peso ou emagrecer? Você deve emagrecer! Lembre-se que acúmulo de gordura corporal é extremamente ruim para nosso organismo e devemos reduzi-la aliando exercício físico com uma dieta balanceada para não reduzir massa muscular.

Um estudo com 11 mulheres obesas teve como objetivo determinar se realizar duas refeições por dia ou seis refeições por dia pode melhorar a composição corporal. Os resultados mostraram que o grupo de duas refeições perdeu mais peso, porém também mais massa magra comparado ao grupo de seis refeições por dia. Portanto, você já tem uma dica de como emagrecer: fracione sua alimentação em seis refeições.

Veja mais dicas para emagrecer de forma saudável e equilibrada:

– Não pule nenhuma refeição;
– Escolha lanches saudáveis e ricos em fibras como frutas, castanhas, nozes, sementes, biscoitos integrais entre outros;
– Coma devagar e dê pausas durante a refeição para perceber os sinais de saciedade do seu corpo;
– Substitua os alimentos ricos em gordura por opções como leite e iogurte desnatados, frango ou bife grelhados e ovo cozido;
– Evite frituras;
– Coma primeiro a salada, e de preferência um pires cheio, assim terá menos fome quando for comer o resto diminuindo a ingestão de carboidratos;
– Coma peixe com frequência, preferivelmente sardinha, atum e salmão, pois são ricos em ômega 3 o que contribui para melhora da inflamação e contribui para melhor desempenho cerebral;
– Beba muita água;
– Realize atividade física orientada por profissional habilitado;
– Consulte um nutricionista.

Mariane Meurer

NUTRICIONISTA – CRN 10.5317

Gabriela Dors Wilke Rocha

NUTRICIONISTA – CRN 10.4719

Nos siga nas mídias sociais


Twitter


Facebook-f


Youtube


Instagram

Loja

Artigos relacionados